Desenvolvimento, mercado de trabalho e distribuição de renda. Diferenças entre Norte e Sul da América Latina entre 1990 e 2010

Maria Cristina Cacciamali, Eduardo Luiz Cury

Resumo


Este artigo analisa as repercussões sobre o mercado de trabalho dos modelos de acumulação das regiões sul e norte da América Latina – exportador de commodities com maior intervenção do Estado, e secundário exportador de baixos salários, respectivamente. Os autores comparam o desempenho econômico das duas regiões, enfatizando os salários e a distribuição de renda. E, concluem que o modelo econômico da região sul produziu resultados mais consistentes sobre a geração de empregos formal, aumento de salário e distribuição de renda.


Palavras-chave


América Latina; Modelos de acumulação; Diferenças no mercado de trabalho; Distribuição de renda na América Latina

Texto completo: PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

R. Paranaense Desenv. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, Curitiba, PR, Brasil, ISSN 2236-5567 (online) e ISSN 0556-6916 (impresso) - revista@ipardes.pr.gov.br

Indexada em:

Dialnet