Impacto do Custo de Transporte no Risco da Rentabilidade Florestal na Região de Itapeva-SP

José Mauro Magalhães Ávila Paz Moreira, Flavio José Simioni, Lorena Figueira de Santana

Resumo


A distância de transporte exerce impacto significativo no retorno econômico dos plantios florestais, especialmente quando são consideradas as incertezas associadas à atividade florestal e, neste trabalho, ao cultivo de eucalipto para produção de lenha. A análise de simulação pode ser adotada para avaliar tais incertezas, bem como o impacto na sua rentabilidade esperada. O objetivo deste estudo é avaliar o impacto da distância (custo) de transporte no risco e retorno econômico de um sistema de produção modal de eucalipto para lenha, utilizado por grandes produtores na região de Itapeva, São Paulo. O risco foi avaliado considerando o emprego do Método de Monte Carlo, utilizando o software @RISK, em três cenários de distância modal de transporte (20 km, 30 km e 40 km). Os resultados indicaram que o aumento da distância de transporte afeta negativamente a rentabilidade esperada da produção florestal, podendo, inclusive, alterar o seu risco pela modificação das curvas de densidade de probabilidade dos indicadores financeiros em diferentes cenários. Os valores modais dos indicadores obtidos na análise de risco diferiram dos seus valores calculados para o sistema de produção modal, ressaltando a importância da análise de risco como ferramenta de apoio à tomada de decisão.

Palavras-chave


Viabilidade econômica. Eucalipto. Simulação. Madeira para energia. Método de Monte Carlo.

Texto completo: PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

R. Paranaense Desenv. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, Curitiba, PR, Brasil, ISSN 2236-5567 (online) e ISSN 0556-6916 (impresso) - revista@ipardes.pr.gov.br

Indexada em:

Dialnet