História

Fundado em 1973, a Instituição surge no contexto de criação do Sistema Nacional de Planejamento. No início da década de 70, diante da crescente mudança no comportamento econômico do Paraná, e das novas tendências da economia no setor agroindustrial, cria-se no Estado uma equipe denominada Grupo de Estudos para as Atividades Agroindustriais do Paraná - GEAAIP, atrelada ao Banco de Desenvolvimento Econômico do Paraná - BADEP. Este grupo foi o embrião para o surgimento da Fundação Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, como órgão vinculado à futura Secretaria de Estado do Planejamento, nos moldes do que já ocorria no Governo Federal entre o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA e o Ministério do Planejamento.

A criação do IPARDES é formalizada pela lei 6.407, sancionada pela Assembléia Legislativa em 7 de junho de 1973. Posteriormente, a lei 7.550, de 17 de dezembro de 1981, altera a denominação Fundação Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social para Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social - IPARDES - Fundação Édison Vieira.

Em 3 de junho de 1987, o IPARDES passa a incorporar as atribuições e funções da extinta Fundação Instituto de Desenvolvimento de Recursos Humanos do Paraná - FIDEPAR, no que concerne aos programas de treinamento para o desenvolvimento em nível de pós-graduação lato sensu. Também o Departamento Estadual de Estatística - DEE repassa suas atribuições, pessoal e patrimônio ao IPARDES - Fundação Édison Vieira.

Em 16 de julho de 1991, pela lei 9.663, o órgão é transformado em autarquia e passa a denominar-se Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social - IPARDES.

Cumpre, atualmente, as funções para as quais foi criado, ampliando-as pela assessoria direta à Secretaria de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes - SEPL. Já as atribuições referentes aos programas de treinamento para o desenvolvimento (herdados da FIDEPAR), foram incorporadas pela atual Escola de Gestão do Paraná.